Crédito da foto: Organics News BrasilUma produção sem agrotóxico vem se desenvolvendo na Chapada Diamantina, na Bahia, com destaque para o morango, que está entusiasmando os produtores locais, que usam a certificação participativa para alcançar melhores vendas para o produto.

A certificação participativa, da mesma forma que o selo orgânico, é concedido pelo Ministério da Agricultura. Contudo, por ser o trabalho anterior à certificação feito pelos próprios agricultores, e, não, por uma empresa contratada. o processo fica mais barato.

Em matéria feita pelo Globo Rural, que acompanhou o processo realizado pelos agricultores baianos, ficou constatado o trabalho realizado pelos agricultores vizinhos, cerca de 12 deles, que, ao menos uma vez por ano, fiscaliza as propriedades do grupo.

A gente verifica todo o contexto da propriedade pra gente ver se ela está dentro das conformidades orgânicas. A questão de diversificação de culturas, o trato cultural, a adubação que ele usou se tem materiais orgânicos. A gente avalia todas as questões”, esclarece o agricultor Lindomar de Andrade.

Mais informações sobre o tema, CLIQUE AQUI.

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu