Crédito da foto: Agência USP
Horto das Corujas, São Paulo

Muito já se escreveu sobre a agricultura no campo, quesito econômico em que o Brasil sempre aparece entre os maiores produtores do mundo. Mas, há, também, uma agricultura que se desenvolve nas cidades, bem menos expressiva, porém, significativa.

Significa, principalmente, que há pessoas que se esforçam no sentido de produzirem alimentos mais saudáveis e, ao mesmo tempo, buscam uma reconexão com os ambientes naturais, com o verde, nas áreas urbanas.

Sobre o assunto, um doutorando da USP, Guga Nagib, discorre sobre hortas comunitárias e outros tipos de plantações feitas de forma coletiva e que conseguem reagrupar as pessoas sob o signo de um ativismo ambiental.

É nesses experimentos agrícolas comunitários que se estabelecem algumas práticas recomendáveis, como é o caso do reaproveitamento da água da chuva. Sobretudo, há o esforço por novas formas de convivência entre as pessoas, com resultados notáveis no bem-estar e na saúde dos seus praticantes.

Mais informações sobre o tema, CLIQUE AQUI.

 

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu