Mais oito frigoríficos brasileiros estão habilitados a exportar carne bovina para a Arábia Saudita. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (11) pelo Ministério da Agricultura, que recebeu o comunicado da autoridade sanitária Saudi Food and Drug Authority (SFDA).

Ascom/MAPA
Novas habilitações aumentam carta do Brasil no mundo árabe

A notícia é mais um resultado positivo da visita da ministra Tereza Cristina ao mundo árabe. “Estamos trabalhando para abrir mercados para nossos produtos”, afirmou a ministra.

Vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), o deputado federal Sérgio Souza (MDB-PR) também comemorou a notícia. Segundo ele, assim como a Arábia Saudita, a China também deve aumentar sua carta de importações do Brasil. “Estive com a ministra Tereza na China e percebi que os chineses estão muito interessados nos produtos brasileiros. É um grande mercado a ser conquistado”, comentou.

Veja quais frigoríficos estão aptos a venderem para a Arábia Saudita:

  • Frigorífico Fortefrigo, localizado em Paragominas, no Pará;
  • Frigorífico Better Beef, em Rancharia, São Paulo;
  • Rio Grande Comércio de Carnes Ltda, em Imperatriz, no Maranhão;
  • Plena Alimentos, em Pará de Minas, Minas Gerais;
  • Indústria e Comércio de Alimentos Supremo, em Ibirité, Minas Gerais;
  • Frigol, em São Félix do Xingu, no Pará;
  • Maxi Beef Alimentos do Brasil, em Carlos Chagas, Minas Gerais;
  • e Distriboi – Indústria, Comércio e Transporte de Carne Bovina, em Ji-Paraná, em Rondônia.

Leia também: Raça girolando muda produção de leite no Brasil

 

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu