Crédito da foto: Embrapa PantanalExperiência com bovinos em curso no Pantanal Sul-Mato-Grossense, sob o comando da Embrapa Pantanal, está alcançando um aumento significativo na taxa de prenhez em bovinos, por vezes, chegando a 96%.

Entre as soluções biotecnológicas destacam-se a desmama precoce, a suplementação alimentar com progesterona e os bastões marcadores na inseminação artificial em tempo fixo (IATF).

“A escolha da biotecnologia a ser aplicada para melhorar a reprodução bovina é sempre feita em função das condições da fazenda e do produtor. Temos custos e benefícios”, explica Juliana Borges, da Embrapa Pantanal.

Também entre as biotecnologias utilizadas destaca-se a da utilização de sêmen refrigerado na inseminação artificial em tempo fixo (IATF), que pode ser associada às relacionadas. Mais informações, CLIQUE AQUI.

 

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu