A queda na previsão na colheita de soja fez o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) rever a estimativa para a safra de grãos como um todo para 2019. Agora, um novo estudo aponta que o Brasil produzirá cerca de 230,7 milhões de toneladas. Mesmo assim, a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas deve fechar o ano com alta de 1,9% se comparada à safra do ano passado.

A colheita de soja ficou prejudicada com a seca em algumas regiões do Brasil

A revisão na produção da soja foi feita de um mês para o outro pelo IBGE. Produtores do grão sofreram com secas inesperadas em algumas regiões do país, o que provocou perda de parte da colheita. Com isso, o Brasil deve fechar o ano com produção 2,6% menor que em 2018. Além da soja, o arroz também apresenta grande queda na previsão do instituto. De acordo com o estudo, o grão terminará o ano com uma produção 5% inferior a 2018.

Por outro lado, a colheita de milho deve ser 9,9% maior que a do ano passado, enquanto que banana, mandioca e tomate devem crescer 0,9%, 4,2% e 6,1%, respectivamente.

Trigo e cana-de-açúcar

Produção importante no Sul do Brasil, o trigo também deve revisão para baixo no estudo do IBGE. Agora, espera-se uma safra 4,3% menor para o grão em 2019. Já a cana-de-açúcar, principal lavoura em volume, deve fechar o ano com queda de 1,2% em comparação a 2018.

>> Saiba sobre o Plano Safra.

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu