Crédito da foto: divulgação (café de Rondônia)Próximo sábado, 14 de abril, comemora-se o Dia Mundial do Café. E o Brasil tem tudo para comemorar a data uma vez que, há mais de 100 anos, é o maior produtor mundial do grão e o segundo maior consumidor.

Na condição de maior produtor de café do mundo, empresários brasileiros têm investido nos cafés especiais, com sabores especiais, que estão caindo no gosto dos consumidores e crescem em torno de 15%, ao ano.

“Os cafés especiais resultam do uso de grãos produzidos e colhidos de maneira cuidadosa. Eles têm sabor e acidez equilibrados, são naturalmente doces, sem necessidade de açúcar, e têm aroma intenso”, revela o diretor executivo da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), Nathan Herszkowicz.

O preço do café especial, contudo, ainda é um tabu para um maior crescimento do consumo do produto. Segundo levantamento da Abic, nos supermercados, o quilo de café especial está em média R$60,00.

Mais sobre os cafés especiais, CLIQUE AQUI.

 

 

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu