Crédito da foto: UFRGSMelhorar as relações entre o campo e a cidade, o agronegócio e a opinião pública mais urbana, no país, é questão que cresce de importância, especialmente da parte dos que enxergam na produção agrícola e pecuária fator decisivo para o futuro da economia brasileira.

Da reprovação à agropecuária, dominante nos setores urbanos, atualmente, por conta de vieses interpretativos decorrentes de perspectiva – não raramente, extremada – da preservação ambiental, é preciso avançar no entendimento sobre a economia do campo.

É necessário, para começar, investir no desarmamento de espíritos, e, nesse sentido, é de fundamental importância que o segmento agropecuário tome a iniciativa de buscar uma melhor aproximação com a opinião pública geral, do país.

“Precisamos criar uma nova agro sociedade, disruptiva, conectada e engajada. Ir adiante com simplicidade e evitar o embate”, pensa, corretamente, o jornalista Marcelo Lara, em palestra que fez, em fevereiro deste ano, na Assembleia Geral Ordinária da Cooperalfa, em Chapecó-SC.

Sobre a palestra de Lara, CLIQUE AQUI

 

 

 

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu