O Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro) para arroz em casca, sob a coordenação da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), em sua sétima operação, acontecerá nesta quinta-feira, 03, para uma quantidade de 51 mil toneladas.

Em virtude da reação do mercado, que, segundo as avaliações, mostra alguma reação dos preços ao produtor, recomendou a efetivação apenas desse instrumento, sendo 45 mil toneladas para o Rio Grande do Sul e 6 mil toneladas para Santa Catarina.

Como em toda operação, há restrições nesta de agora, iguais às que foram exigidas no edital anterior: o produto não pode ser enviado aos estados do Sul, do Sudeste e do Centro-Oeste, como também aos estados do Tocantins, do Piauí, do Maranhão e de Rondônia.

O objetivo do Pepro é o de manter o preço mínimo para o cereal na região Sul, no cumprimento à Política de Preços Mínimos (PGPM), que é mantido pelo governo federal, no setor agrícola nacional.

Mais informações sobre o tema, CLIQUE AQUI.

 

 

Deixe um comentário

avatar
Fechar Menu